11.11.011 11:11


A pausa.

Aquele silêncio comovente,

aquele silêncio eloquênte,

aquele silêncio geometricamente progressivo

que geralmente atinge um efeito desejado,

onde nenhuma combinação de palavras,

mesmo que sejam apropriadas,

poderiam atingir,

poderiam ser melhores

do que o silêncio

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s